Presos deputados e o vice-governador de Minas Gerais

autor Misto Brasília

Postado em 09/11/2018 09:34:33 - 09:27:00


Governador de Minas Gerais e o vice, Antonio Andrade, que foi preso hoje/Arquivo

Na operação desta manhã também foram presos o empresário Joesley Batista e Ricardo Saud

O deputado estadual eleito Neri Geller (PP-MT) e o deputado estadual João Magalhães (MDB-MG) foram presos nesta sexta-feira por agentes da Polícia Federal (PF). Eles são alvos de uma operação que investiga um suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura e na Câmara dos Deputados entre 2014 e 2015, durante o governo da presidente Dilma Rousseff(PT).

Antes de chegar à Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Magalhães foi deputado federal por quatro mandatos. O vice-governador de Minas Gerais Antonio Andrade (MDB) também foi preso na mesma operação. Andrade estava em sua fazenda em Vazante, Noroeste do estado. Antonio Andrade foi ministro da Agricultura entre 2013 e 2014, durante o governo de Dilma Rousseff (PT).

O empresário e dono da JBS, Joesley Batista, já chegou na superintendência da Polícia Federal, em São Paulo, num carro descaracterizado. Foi preso também o ex-executivo Ricardo Saud, que estaria no exterior, mas depois essa informação foi desmentida. Na lista de presos também consta Demilton de Castro, executivo da JBS.

Segundo a PF, as propinas eram negociadas por um deputado federal, provavelmente João Magalhães, e entregues pelo doleiro Lúcio Funaro. Segundo a delação do doleiro, o grupo empresarial da JBS teria pago R$ 2 milhões para conseguir a regulamentação da exportação de miúdos e despojos bovinos, além de R$ 5 milhões para aprovar a proibição do uso da ivermectina (um veneno de longa duração).

O advogado de Joesley, André Calegari, afirmou, em nota, que seu cliente é colaborador da Justiça e já prestou depoimentos no inquérito que deu origem à operação de hoje. "Causa estranheza o pedido de sua prisão no bojo de um inquérito em que ele já prestou mais de um depoimento na qualidade de colaborador e entregou inúmeros documentos de corroboração", diz o comunicado do advogado. "A prisão é temporária e ele vai prestar todos os esclarecimentos necessários", 

Os agentes federais cumprem, ao todo, 63 mandados de busca e apreensão em Minas, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso do Sul expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) No livro de Machado de Assis, Capitu é uma personagem dissimulada e acusada de traição por Bentinho. 


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +