Generais querem diferenças para militares na Previdência

autor Misto Brasília

Postado em 09/01/2019 14:14:57 - 14:11:00


Azevedo e Silva é general da reserva e é o ministro da Defesa/Arquivo

Novo comandante da Marinha e o ministro da Defesa pediram prudência na proposta da reforma

O comandante da Marinha, Ilques Barbosa Junior, disse hoje (9), depois de assumir o cargo, que a discussão sobre a idade mínima de aposentadoria para militares precisa ser analisada com cuidado. Para o almirante de esquadra, profissionais que atuam na defesa do país têm exigências próprias.

“Este tema para nós que precisamos de higidez física para o combate, para atuação, para garantia da lei e da ordem em todas as atividades que temos, é um tema importante”, disse.

Na mesma solenidade que esteve presente o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, ressaltou que a reforma da Previdência deve avaliar regras diferenciadas para militares. 

Azevedo mencionou a reforma da Previdência ao se despedir do ex-comandante, o almirante de esquadra Eduardo Bacellar Ferreira, que passou o comando para o também almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior.

“[Ferreira] foi incansável no esforço de comunicar as peculiaridades da nossa função”, disse Azevedo e Silva. Segundo o ministro, o esforço garantiu avançar para um adequado amparo social aos militares das Forças Armadas e seus dependentes. (Da ABr)


AO VIVO NBR - decreto da posse de armas
Rollemberg diz que Ibaneis mostra preconceito ao sugerir fechar a orla do Lago
veja +
No lançamento da Campus Party, governo do DF anuncia wi-fi social
Desafios da área econômica no novo governo
Desacordo sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
veja +