Ibaneis promete ir ao STF contra o TCU que suspendeu recursos

autor Misto Brasília

Postado em 28/03/2019 10:04:10 - 10:02:00


Ibaneis disse que a decisão é jurídica, mas coloca o GDF em dificuldades/Arquivo

O governo do Distrito Federal poderá ficar sem R$ 700 milhões usados na folha de policiais

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), informou que irá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão tomada ontem pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Os ministros cassaram a medida cautelar concedida pelo próprio TCU em 2009 que garantia ao GDF a arrecadação do IR dos servidores pagos com recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal.

Os recursos do Fundo são usados para pagar investimentos e salários dos servidores da segurança pública, além de parte da remuneração da saúde e da educação.

A medida reduz em R$ 700 milhões por ano a arrecadação recursos do Imposto de Renda (IR) retido na fonte de salários e benefícios, pagos a categorias. Na Agência Brasília, informou-se que a decisão abre precedente para que o passivo possa ser cobrado pela União ao longo dos oito anos e que ultrapassa a R$ 10 bilhões.

Segundo declarações de Ibaneis, “Ttdos sabem das dificuldades que estamos enfrentando. Isso agrava os problemas”, lamentou ele, que também pretende entrar com embargos no próprio TCU. “Infelizmente, o Tribunal de Contas tomou uma decisão, do ponto de vista jurídico, fundamentada. Mas, do ponto de vista da execução fiscal do DF, nos coloca em situação de bastante dificuldade.”


AO VIVO TV Euronews
AO VIVO TV NBR
veja +
Ibaneis disse que ficou triste com investigações contra médicos de hospital
Projeto reforça garantia de liberdade de expressão em escolas e universidades
Telefônicas podem ser obrigadas a atender todos os distritos em quatro anos
veja +