Polícia confirma que policial matou servidora da Educação

autor Misto Brasília

Postado em 20/05/2019 12:35:25 - 12:32:00


Policial Sérgio Murilo em foto postada em sua rede social do Facebook/Arquivo

Crime aconteceu hoje cedo no prédio da secretaria onde a mulher estava lotada em subsecretaria

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou em nota há pouco (veja abaixo), que o assassino da professora Débora Teresa Corrêa foi o policial Sérgio Murilo dos Santos. O crime aconteceu nesta manhã num dos prédios da Secretaria da Educação, na Quadra 511 da Asa Norte. Os dois já tinham sido casados.

Ela era servidora com lotação na Subsecretaria de Pessoal que funciona no terceiro andar do prédio. Após disparar contra o peito da mulher, o homem se matou com um tiro na cabeça. O crime de feminicídio aconteceu, segundo testemunhas, após uma rápida discussão.

Nota à imprensa

A PCDF confirma o envolvimento de um servidor policial civil, no caso de feminicídio seguido de suicídio, ocorrido hoje (20), no prédio da Secretaria de Educação, na 511 Norte. A instituição lamenta profundamente o episódio. As circunstâncias estão sendo apuradas e, posteriormente, traremos mais detalhes.

A investigação ficará à cargo da Corregedoria Geral de Polícia (CGP).


AO VIVO TV Euronews
AO VIVO TV NBR
veja +
Ibaneis disse que ficou triste com investigações contra médicos de hospital
Projeto reforça garantia de liberdade de expressão em escolas e universidades
Telefônicas podem ser obrigadas a atender todos os distritos em quatro anos
veja +