Alvos de operação, deputados devem ser investigados na Câmara

autor Misto Brasília

Postado em 05/07/2018 14:54:52 - 14:47:00


Deputado Paulinho da Força foi denunciado hoje na Corregedoria da Câmara/Arquivo/Divulgação

São três deputados do PTB e o presidente da Força Sindical acusados de esquemas ilícitos

O PSOL protocolou hoje (5) na Corregedoria Parlamentar da Câmara dos Deputados uma representação contra os deputados federais do PTB Cristiane Brasil (RJ), Jovair Arantes (GO), Wilson Filho (PB) e Paulinho da Força (SD-SP). O deputado Nelson Marquezelli, que hoje foi alvo de operação da Polícia Federal, não está nesta lista.

Os quatro tiveram este ano seus gabinetes como alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal (PF) em ações autorizadas pela Justiça no âmbito da Operação Registro Espúrio, que investiga desde maio a atuação de parlamentares em uma organização criminosa responsável por esquema de concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.

A liderança do PSOL pede que a Casa instaure procedimento para “apurar a notícia de ilícito envolvendo os deputados citados em defesa da transparência e da lisura dos mandatos parlamentares". A bancada também pede que a presidência da Casa peça informações ao Supremo Tribunal Federal (STF), à Procuradoria-Geral da República e à Polícia Federal que possam servir para a apuração da Câmara.


AO VIVO TV Euronews
AO VIVO TV NBR
veja +
Ibaneis disse que ficou triste com investigações contra médicos de hospital
Projeto reforça garantia de liberdade de expressão em escolas e universidades
Telefônicas podem ser obrigadas a atender todos os distritos em quatro anos
veja +