Festival de Brasília do Cinema divulga filmes selecionados

autor Misto Brasília

Postado em 08/08/2018 21:58:28 - 21:51:00


Secretário de Cultura Guilherme Reis e diretor Artístico, Eduardo Valente/ Rodrigues Pozzebom/EBC

Em dez dias do evento serão exibidos 120 títulos entre mostras competitivas, paralelas e especiais

O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro divulgou hoje (8) os filmes selecionados para sua 51ª edição que acontece entre 14 e 23 de setembro. Serão exibidos mais de 120 títulos do cinema nacional entre mostras competitivas, paralelas e especiais.

Veja notícia também sobre o festival de teatro.

Para a disputa do Troféu Candango, foram inscritas 724 produções, das quais foram selecionados nove títulos de longa-metragem e 12 curtas-metragens. O longa-metragem escolhido pelo júri popular receberá o Prêmio Petrobras de Cinema, que consiste em R$ 200 mil em contratos de distribuição.

A medalha Paulo Emílio Salles Gomes, criada em 2016 para homenagear os grandes nomes do cinema brasileiro, será concedida ao crítico e professor de cinema Ismail Xavier e ao arquivista Walter Mello, um dos idealizadores do Festival de Brasília.

Além do prêmio, todos os filmes selecionados recebem cachês de seleção, distribuídos igualitariamente. Os longas-metragens selecionados recebem R$ 15 mil, cada; os longas-metragens participantes de sessões hours concours recebem R$ 10 mil; e os curtas-metragens recebem R$ 5 mil.

Longas documentário

Torre Das Donzelas, Susanna Lira (RJ),

Bixa Travesty, Claudia Priscilla e Kiko Goifman (SP);

Bloqueio, de Quentin Delaroche e Victória Álvares (PE);

Longas ficção

Ilha, Ary Rosa e Glenda Nicácio (BA);

Los Silencios, Beatriz Seigner (SP/Colômbia/França);

Luna, Cris Azzi (MG);

“New Life S.A.”, André Carvalheira (DF)

A Sombra do Pai, Gabriela Amaral Almeida (SP);

Temporada, André Novais Oliveira (MG). 

Curtas documentário

Liberdade, Pedro Nishi e Vinicius Silva (SP);

Sempre Verei Cores no seu Cinza, Anabela Roque (RJ)

Conte Isso Àqueles que Dizem que Fomos Derrotados, de Aiano Bemfica, Camila Bastos, Cristiano Araújo e Pedro Maia de Brito (PE) 

Curtas ficção

Aulas que matei, Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia (DF);

Boca de Loba,  Bárbara Cabeça (CE);

BR3,  Bruno Ribeiro (RJ);

Eu, Minha Mãe e Wallace,  Irmãos Carvalho (RJ);

Kairo,  Fabio Rodrigo (SP);

Mesmo com Tanta Agonia,  Alice Andrade Drummond (SP);

Plano Controle,  Juliana Antunes (MG);

Reforma, de Fábio Leal (PE). 

Curta animação

Guaxuma,  Nara Normande (PE)


Bolsonaro diz que pretende acabar com radares móveis nas rodovias
Começaram as eleições para o Parlamento Europeu
veja +
Recursos do antigo Fundef não devem ser usados no pagamento de professores
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
veja +